Isto é o que Leandro Karnal espera que você faça se for demitido

Isto é o que Leandro Karnal espera que você faça se for demitido

Perder o emprego é um baque e tanto. Em entrevista exclusiva, professor explica como transformar a experiência do fracasso em sabedoria

Publicado por Exame

São Paulo — Nada de “pensar positivo” ou acreditar que o sucesso depende apenas de você. No dia em que a vida trouxer notícias ruins, como a de uma demissão, Leandro Karnal espera que você abandone todas as respostas prontas.

Em entrevista por telefone a EXAME.com, o historiador e professor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) diz que o discurso típico da autoajuda se apoia em premissas pouco realistas, e ignora que o êxito e o fracasso não dependem exclusivamente do indivíduo.

Por outro lado, reconhecer o peso inegável das circunstâncias — como a crise econômica que assola o país e deve produzir quase 14 milhões de desempregados até 2018 — não significa que você não tenha nenhuma responsabilidade por um eventual desligamento.

Para Karnal, o profissional dispensado não deve se sentir um “perdedor”, até porque se colocar nessa posição só funciona como pretexto para se acomodar.

A saída mais interessante é aproveitar o lado útil do fracasso: a oportunidade de refletir sobre as suas fraquezas, aceitar o lado trágico da vida e construir uma nova atitude. “A felicidade engorda, enquanto a tristeza faz você se movimentar”, resume o professor.

Confira a seguir os principais trechos da conversa:

EXAME.com – Até que ponto o fracasso é culpa do indivíduo?

Leandro Karnal – Hoje existe um discurso dominante de que 100% do que acontece nas nossas vidas depende das nossas escolhas. Isso nasce de um certo pensamento liberal do início do século XIX, que tem uma dose de perversidade. É como se todo mundo que está mal tivesse optado por estar mal, e que todos podem estar bem — basta querer.

É o que embasa a ideia de que a pobreza é responsabilidade completa da pessoa, assim como a riqueza. Grande parte da autoajuda que percorre as palestras brasileiras diz: “Se você acreditar que é um vencedor, certamente vai vencer”. É uma crença excessiva na liberdade do indivíduo.

Teorias de diversas naturezas, da religião à psicanálise, contrariam essa tese. Não somos tão racionais, nossas escolhas não nascem de uma liberdade total e o acidente tem um papel muito maior do que imaginamos. Isso inclui até teorias de esquerda, como as de Thomas Piketty, que fala sobre a exclusão produzida de forma inevitável pelo nosso sistema.

Ao desenvolver a teoria psicanalítica, Sigmund Freud mostrou que as nossas ações são fruto de uma coleção de traumas e experiências infantis, e que certos graus de neurose e patologia existem em todos nós, até naqueles que não estão em casas psiquiátricas. Desde que Freud determinou isso, sabemos que há dificuldades estruturais com essa liberdade.

EXAME.com – O que se pode concluir, então?

Leandro Karnal – Tenho usado em minhas palestras duas noções desenvolvidas por Nicolau Maquiavel: a “virtù”, total de habilidades e competências que nascem comigo e que posso desenvolver, e a “fortuna”, que significa o acaso, a sorte, o azar, o inesperado.

Ninguém é tão divino (só “virtù”) e nem tão objeto inanimado e suscetível às circunstâncias (pura “fortuna”). No gráfico imaginário formado pelas retas “virtù” e “fortuna”, somos um traço tenso e curvo. Faz muita diferença a escolha do indivíduo. Mas nem sempre esse indivíduo lida com uma lógica absoluta, ele faz sua escolha dentro do possível.

EXAME.com – Diante de uma demissão, muitas pessoas se sentem “um lixo”, porque acham que tudo depende da tal “virtù”. Outras culpam a crise e negam qualquer responsabilidade pelo que aconteceu, como se tudo fosse resultado da “fortuna”…

Leandro Karnal – Sim. Acontece que, se você se sente um “lixo”, talvez você esteja certo. Mas a pergunta que realmente importa é: qual é a etapa seguinte? O que você vai fazer para mudar? É paralisante se sentir um “lixo” porque no fundo isso é um recurso psíquico para não agir. É uma forma de defesa, de preguiça, como se você dissesse: “Não dá, eu sou um fracassado mesmo, não preciso fazer mais nada”. Não há alegria maior do que entender que eu nunca mais vou emagrecer. Perdi o limite, engordei muito e agora não tenho como retroceder, então agora estou alegre. O fracasso é uma zona de conforto.

Outra forma de paralisia é atribuir tudo a forças exteriores. “Eu sou bom, mas sou perseguido”. “Sou competente, mas este país não presta”. Quando eu atribuo a responsabilidade de tudo a terceiros — destino, signo, Deus, governo — eu passo a viver também numa zona de conforto. Você diz, na prática, que não é gestor da sua vida.

Gosto de dizer que você é sócio majoritário do projeto da sua biografia. Ser sócio majoritário não significa poder controlar tudo, funcionários, fornecedores, clientes. Mas a responsabilidade é muito maior do que creem os deterministas.

EXAME.com – De que forma o autoconhecimento pode ajudar uma pessoa que está vivendo uma fase ruim na carreira?  

Leandro Karnal – Se você olha para si mesmo com muita honestidade, se encara o retrato terrível da Medusa, que é o seu lado difícil, você tem a primeira chance de encará-lo e superá-lo. É preciso se observar sem máscaras, ou com menos máscaras.

É o que diz a máxima “Conhece a ti mesmo”, que funda a filosofia de Sócrates. Quando você não se conhece, acaba sendo controlado por partes de si, sua dor, seus traumas. É preciso investigar a si mesmo para perceber que você também é preguiça, você também é raiva. Se você sabe disso, fica mais fácil aceitar e diminuir o efeito dessas fraquezas.

Se eu descobrir, por exemplo, que a irritação com o meu chefe reproduz uma relação com a autoridade paterna mal resolvida, posso perceber que, na hora em que o meu chefe é chato, quem deve reagir é o funcionário Leandro, e não a criança Leandro.

Por outro lado, conhecer a si mesmo também é conhecer o que há de bom em mim mesmo, e também aquilo que me traz bem-estar. É muito comum ver pessoas que dizem que a carreira é tudo para elas, mas sofrem de úlcera e gastrite no domingo à noite. Elas não se conhecem, não sabem o que realmente querem.

A autoajuda falha porque pressupõe um modelo que não existe. Há pessoas que adoram atividades repetitivas. Outras são pouco ambiciosas e só são felizes se puderem ficar em patamares fixos. Há indivíduos viciados em desafios. Eu preciso saber do meu perfil. Não posso contrariar permanentemente a minha natureza.

EXAME.com – O fracasso pode criar um ciclo vicioso: a melancolia gera mais problemas e os problemas geram mais melancolia. Como escapar desse mecanismo?

Leandro Karnal – Em primeiro lugar, é preciso aceitar que há uma parte da vida que necessariamente dá errado. A morte chegará. As pessoas que eu amo podem desaparecer. Posso perder o emprego. Posso ser uma pessoa ruim. A existência tem sempre uma dimensão trágica. Tristeza não é um problema, não é algo excepcional.

Note que estou falando de tristeza, não de depressão. Depressão é uma doença grave, que requer acompanhamento profissional e tratamento. Já a tristeza é uma ferramenta de aprendizado. Se eu não quero sair da tristeza, é porque ela me dá um conforto. Talvez o meu medo de enfrentar um novo mercado de trabalho seja tão grande que eu vou me refugiar na melancolia. “Não dá, não tem jeito, é assim mesmo”. Porque o medo é maior.

Acontece que os países, as empresas e as pessoas se reorganizam na crise — para o bem ou para o mal. É a partir de uma crise nacional profunda que emerge a figura de um Winston Churchill. É também numa crise nacional profunda que emerge um Adolf Hitler. A crise é um grande momento, pode gerar muitas transformações e aprendizados.

O problema é que a “geração Facebook” acha que a vida só é plena se você pode publicar fotos felizes. Na verdade, a felicidade engorda. A tristeza faz você se movimentar.

EXAME.com – A morte do sociólogo Zygmunt Bauman no início do ano reacendeu o debate sobre a deterioração das relações humanas na era da internet. Redes sociais como o Facebook geram uma falsa ideia sobre o sucesso alheio?

Leandro Karnal – Toda tecnologia é neutra. Um martelo pode fixar um prego para pendurar um quadro, mas também pode assassinar uma pessoa. A rede também é neutra, tudo depende do que fazemos com ela.

Vivemos na sociedade do espetáculo, em que toda a atenção é voltada para imagem. O que precisamos entender é que tudo aquilo que se publica no Facebook é de autoria de um roteirista. É alguém construindo uma imagem. Se eu acredito naquilo, o problema não é a internet, mas a minha dor e o meu vazio. A rede alimenta um problema antigo, que é enxergar no outro o fracasso dos meus próprios projetos.

EXAME.com – A inveja pode ensinar alguma coisa?

Leandro Karnal –  O sucesso alheio me incomoda porque não estou olhando para mim mesmo, meu foco está nos demais. A palavra “inveja” é formada por “in” e “vedere”, que significam “não ver” em latim. Quando não me vejo, não enxergo o meu próprio desempenho, olho excessivamente para o outro.

A psicanálise diz que, se você sentiu dor pela felicidade do outro, isso é uma pista maravilhosa, porque revela algo sobre você e sobre o que você quer. Refletir sobre a própria inveja ajuda a reconhecer os seus desejos, entender os seus fracassos, olhar de novo para si mesmo.

Publicado por Rita de Cássia / Taged as carreira

1860

1860

comentários

    fev 17
    2019

    Ellis Alphin

    I amI’m extremelyreally inspiredimpressed with yourtogether with youralong with your writing talentsskillsabilities and alsoas smartlywellneatly as with the layoutformatstructure for youron yourin yourto your blogweblog. Is thisIs that this a paid subjecttopicsubject mattertheme or did you customizemodify it yourselfyour self? Either wayAnyway staykeep up the niceexcellent qualityhigh quality writing, it’sit is rareuncommon to peerto seeto look a nicegreat blogweblog like this one these daysnowadaystoday..

    https://www.facebook.com/himi.na.56/posts/736537983378014

    Responder
    fev 18
    2019

    Annette Vosberg

    NiceExcellentGreat post. I was checking continuouslyconstantly this blog and I amI’m impressed! VeryExtremely usefulhelpful informationinfo speciallyparticularlyspecifically the last part 🙂 I care for such infoinformation a lotmuch. I was seekinglooking for this particularcertain infoinformation for a long timevery long time. Thank you and good luckbest of luck.

    https://www.facebook.com/himi.na.56/posts/735835603448252

    Responder
    fev 25
    2019

    drxp.info

    Magnificent site. A lot of helpful information here. I am sending it to several friends ans also sharing in delicious. And certainly, thanks for your sweat!

    http://bit.ly/2WNZeIZ

    Responder
    fev 26
    2019

    Mas info

    Excellent weblog here! Also your website loads up very fast! What host are you the usage of? Can I get your affiliate hyperlink in your host? I desire my web site loaded up as quickly as yours lol

    http://bit.ly/2GDkk7x

    Responder
    mar 05
    2019

    Get Traffic

    Awesome post. Do you run a business and need clients? Simply click my name and get 100k visitors to your website. Thanks!

    http://bit.ly/emails4less

    Responder
    mar 07
    2019

    Rodrigo Peterson

    Have you ever considered writing an e-book or guest authoring on other sites? I have a blog based upon on the same ideas you discuss and would love to have you share some stories/information. I know my readers would appreciate your work. If you are even remotely interested, feel free to send me an e mail.

    http://www.sgvavia.ru/go?https://www.youtube.com/watch?v=7U4AMUfFZ3E

    Responder
    mar 11
    2019

    KelOvax

    Viagra Four Man Potenzmittel Cialis 20mg cheapest cialis Dose Zithromax Methocarbamol No Prescription

    Responder
    mar 12
    2019

    Ernie Malehorn

    HiWhat’s upHi thereHello everyone, it’s my first visitgo to seepay a visitpay a quick visit at this websiteweb sitesiteweb page, and articlepostpiece of writingparagraph is reallyactuallyin facttrulygenuinely fruitful fordesigned forin favor ofin support of me, keep up posting suchthesethese types of articlespostsarticles or reviewscontent.

    https://www.diigo.com/user/longsitya2

    Responder
    mar 12
    2019

    Jan Solana

    Thanks for one’sfor onesfor yourfor your personalfor afor theon your marvelous posting! I actuallyseriouslyquitedefinitelyreallygenuinelytrulycertainly enjoyed reading it, you could beyou areyou can beyou might beyou’reyou will beyou may beyou happen to be a great author.I will make sure toensure that Ibe sure toalwaysmake certain tobe sure toremember to bookmark your blog and willand definitely willand will eventuallyand will oftenand may come back from now ondown the roadin the futurevery soonsomedaylater in lifeat some pointin the foreseeable futuresometime soonlater on. I want to encourage you to ultimatelythat youyourself toyou to definitelyyou toone toyou continue your great jobpostswritingwork, have a nice daymorningweekendholiday weekendafternoonevening!

    https://mootools.net/forge/profile/longsitya7

    Responder
    mar 12
    2019

    Karyl Belovs

    Along with everything which appears to be developing throughout this specific area, all your points of view happen to be somewhat radical. However, I appologize, because I can not give credence to your entire theory, all be it radical none the less. It would seem to me that your commentary are generally not entirely validated and in reality you are generally yourself not even completely convinced of your point. In any event I did take pleasure in reading it.

    https://www.buildingcentre.co.uk/specifinder/manufacturer/3205/stats?url=https://ucstrike.com/medical-assistant-objective/

    Responder
    mar 14
    2019

    Salo27Elora

    lasix for sale here – lasix 100 mg

    Responder
    mar 14
    2019

    Maria78Elora

    compare levitra prices levitra 20mg – brand levitra 20mg vardenafil levitra

    Responder
    mar 15
    2019

    Brentlal

    a-ok place very helpful articles. sum bookmarks

    Responder
    mar 15
    2019

    Lillianhop

    Sympathetic site. Bookmark it. Look up to to the author! 882

    Responder
    mar 15
    2019

    Brentlal

    good position absolutely cooperative articles. add bookmarks

    Responder
    mar 15
    2019

    Brentlal

    a-ok position absolutely helpful articles. sum bookmarks

    Responder
    mar 16
    2019

    Katia77Elora

    levitraonlinemeds levitra for sale online website – 20 mg levitra

    Responder
    mar 17
    2019

    Melvinwak

    kamagra website reviews uk kamagra reviews – buy kamagra 100 mg kamagra gold from ajanta pharma

    Responder
    mar 23
    2019

    Melinwak

    kamagra oral jelly kaufen forum kamagra cost – kamagra kopen rotterdam kamagra oral jelly 100mg side effects

    Responder
    mar 25
    2019

    Lanny Moron

    greatwonderfulfantasticmagnificentexcellent issuespoints altogether, you justsimply wongainedreceived a logoemblembrand newa new reader. What maymightcouldwould you suggestrecommend in regards toabout your postsubmitpublishput up that youthat you simplythat you just made a fewsome days agoin the past? Any surepositivecertain?

    https://twitter.com/leakhnarithilo1/status/1103877764929601536

    Responder
    mar 25
    2019

    Setsuko Bultema

    It isIt’s appropriateperfectthe best time to make a fewsome plans for the futurethe longer termthe long run and it isit’s time to be happy. I haveI’ve readlearn this postsubmitpublishput up and if I may justmaycould I want towish todesire to suggestrecommendcounsel you fewsome interestingfascinatingattention-grabbing thingsissues or advicesuggestionstips. PerhapsMaybe you couldcan write nextsubsequent articles relating toreferring toregarding this article. I want towish todesire to readlearn moreeven more thingsissues approximatelyabout it!

    https://www.pinterest.com/sovannareachlos/best-wireless-webcams/

    Responder